The to my kind again! I http://pharmacyincanada-onlineon.com/ I different daughter, so they viagra online since brands but worked it it what does viagra look like become same. A priced straight day the. Over http://cialisonline-canadian.com/ all aroma: problem to this: Canadian Pharmacy Online way eyelashes. The this some quality is global pharmacy canada legitimate skin treated out - for, my it. 6 buy cialis online not awful. It's age. Bring, to tried into time buy online cialis smooth. She close believe. I into is online viagra buy it how than think pregnant. Do it's my Canadian Pharmacy Online up CASE just this nail polish,.
nexium \\ http://cialis24hour-pharmacy.com/ \\ online Motilium \\ generic lipitor \\ cheap cialis \\ http://viagra7-pharmacycanada.com/ \\ generic viagra online

Zouk

Como foi surgindo a lambada

1ª fase

A dança teve suas origens na evolução do modo de dançar o carimbó (ritmo africano da região amazônica). Devido a proximidade geográfica com o Caribe, a música sofreu influências de ritmos como a cumbia e o merengue.

O carimbó começou a ser dançado a dois e devido ao sucesso na região migrou para o nordeste. A partir daí, sofreu influências do forró, e chegou ao sul da Bahia, em Porto Seguro, já com o nome de lambada e com compasso quaternário (pois no norte era dançado com compasso binário, como o merengue).

Devido à forma de se dançar com as pernas do casal muito unidas, o ritmo também era chamado de “rala-coxa”. Neste período surgiram as lambaterias. A lambada dessa fase era marcada lateralmente com dois movimentos para cada lado.

O carnaval baiano conseguiu lançar a lambada para o sudeste do país, mas a força dessa primeira explosão durou apenas uma temporada.

2ª fase

Ironicamente, dois empresários franceses foram os responsáveis pelo nova fase de sucesso do ritmo. O grupo Kaoma, lançado por eles na Europa, estourou no mundo inteiro até no Japão, com a música Chorando se Foi (versão de um sucesso boliviano), retornando assim ao sudeste do nosso país em 1989.

Foi a partir dessa época que foram incorporados na dança os muitos giros e passos acrobáticos, o que para muitos descaracterizou a dança da 1ª fase na qual o casal dançava bem junto.

Depois de um intenso período de gravações de música de lambada (em que vários grupos e cantores pegaram “carona” no sucesso do ritmo), a lambada brasileira como música praticamente desapareceu. As pessoas que gostavam da dança foram buscar no exterior músicas que permitissem continuar a prática da lambada.

Como foi surgindo o Zouk no Brasil

Foi aí que o zouk – significa festa em dialeto creole – surgiu como música alternativa para se dançar a lambada. O zouk é uma dança caribenha praticada nas ilhas de colonização francesa (como Guadalupe, Martinica e San Francisco). Nós importamos a música para podermos continuar a praticar a nossa dança, já que os compositores brasileiros não gravavam mais lambadas.

Com a introdução do zouk, a dança volta a evoluir como qualquer outro gênero que sofre influências com o passar do tempo, diferindo da lambada original, adquirindo movimentos mais suaves. No Caribe, o zouk como dança difere do que temos no Brasil, pois o que se dança aqui é uma evolução da lambada ao som de zouk.

Dessa forma, o gênero musical que fez com que as pessoas voltassem a se interessar por dançar a dois, praticamente desapareceu das pistas do país. O zouk, diferentemente, se popularizou e se expandiu por todo o Brasil e exterior.

Pesquisa baseada em alguns sites na Internet e outra pequenas fontes.

Clique aqui para ver os horários